TOP SECRET

Se boa parte das mulheres tem preconceitos e tabus com a vagina, a ideia de estimular o ânus deve então paralisá-las.

Parem com isso e abram a mente para a sexualidade bem construída e estruturada em exercícios de potencialização do prazer.

Estimular o ânus pode ser bem prazeroso e um excelente coadjuvante em uma noite de amor.

Estimular o ânus como quebra de tabus

Não é sempre, mas eu acho uma delícia me utilizar de todos os recursos que tenho para tornar minha sexualidade perfeita para mim e para meu mozão.

Eles gostam da mulher que está aberta a essa possibilidade, pelo menos a maioria deles.

Já as mulheres, pensam em desconforto e dor e, assim não exploram essa região cheia de terminações nervosas, e não deixam sequer, eles tentarem.

Mexer ali, tocar, lamber ou até penetrar dedos e o pênis não deveria ser um tabu, mas é.

Estamos aqui para quebrar todas as barreiras que impedem você de desenvolver ao máximo a sua sexualidade.

Por isso, esse território deve ser desbravado. Mas é preciso ter técnicas que amaciem a área.

Estimular o ânus pode levar você a ter nova postura na cama.

Vá devagarzinho

Peça a ele para ir devagarinho para não assustar a princesa. Ele já deve ter às mãos um bom lubrificante à base de água.

Se for um boy experiente, vai lamber você primeiro e ao mesmo tempo, usar as mãos em toques suaves para chegar devagarinho até a portinha dos fundos.

Caso ele seja marinheiro de primeira viagem, já avise logo para ir devagar.

Você, que entrou na sessão Top Secret, já está se informando sobre o que fazer.

Portanto, esteja em uma posição confortável e faça a respiração que ensino no Treino IS. Ao fazê-la, você vai ver que estar com os músculos do ânus descontraídos é fundamental e, por isso, as preliminares são tão importantes.

Além de praticar a respiração abdominal nesse momento, elevar a sua consciência corporal e focar no que ele está fazendo vão ajudar a fazer esse momento bem prazeroso.

Apenas relaxe e não pense em mais nada. Você vai sentir tesão, certamente, se essas preliminares forem bem feitas.

Vamos estimular o ânus com o lubrificante certo

Chamamos o contorno anal de esfíncter. O esfíncter é uma estrutura muscular cheia de terminações nervosas.

Assim, se você consegue relaxar esse canal e o parceiro é delicado, não tem dor, pode acreditar.

Um pouco mais acima do canal anal, chegamos ao reto, que é mais apertadinho. Como ali não há lubrificação natural, o uso do lubrificante é essencial, seja na carícia ou na penetração do pênis. Usar a saliva não é o ideal, pois não é tão eficiente para a lubrificação.

Nós estamos falando de prazer sem dor, que para mim é essencial. Tem gente que gosta de dor. Eu não. Eu sou do modelo que gosta do prazer no que me faz sorrir. Isso me relaxa e aí entra gostoso.

Põe o clitóris na rodinha

Quando peço ou permito, ele já sabe que para estimular o ânus, deve fazer o mesmo com o clitóris, que é parte do show.

Essa é uma combinação incrível. Há um monte de terminação nervosa na frente e um monte de terminação nervosa atrás.

E eu, como veículo disso tudo, fico relaxada e só curtindo meu mozão se esbaldando nas minhas delícias. O ânus é coadjuvante, já disse, então tem que ter o clitóris na jogada.

Lembrando que é importante evitar a contaminação do ânus para a vagina. A contaminação cruzada leva à problemas ginecológicos. Pênis com preservativo, não deixe que ele misture os dedos do clitóris com o do ânus.

Exija isso, os homens não têm tanta preocupação com isso. Há regras e elas devem ser seguidas.

Assim, chego lá rapidinho e ele também. Você também pode tentar, mas se mesmo assim você não gostar, não faça.

#aureliaguilherme #treinois #movimentointimofeminino #fantasia #consciênciacorporal #exercíciosdefoco #fazeramor #orgasmos #preconceitosetabus #ânusbemestimulado #potencializaçãodoprazer #clitoris